sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Inter 1 x 1 Atlético-PR Por Patrick Garrighan




 Internacional 1 x 1 Atlético-PR
Um Inter tentando desesperadamente escapar da crise e um Atlético-PR aproveitando-se disso. Sim, aproveitando-se do nervosismo (se é que podemos dizer assim...) Colorado.  Foi isso o que vimos ontem.
Logo aos 4 minutos, Paulo Baier, cobrando falta, abriu o placar. Era o pesadelo Colorado ficando cada vez pior.
Depois do gol, o Furacão optou por “fechar a casinha”. Só saia nos contra-ataques, e o Internacional não conseguia nada de mais efetivo.  Josimar era o jogador que mais buscava o gol, que mais chutava, arriscava. Sinônimo de que havia alguma coisa errada.
 


 


No intervalo, Dunga retirou Leandro Damião e Josimar, para colocar Otávio e Scocco. Foi aí que o time melhorou.
Logo no primeiro lance da dupla em campo, Otávio, de cabeça, acertou o travessão e Scocco, aproveitando o rebote, chutou forte, mas o goleiro Weverton fez grande defesa.
Paulo Baier teve nova chance em cobrança de falta. Acertou o ângulo, mas Muriel salvou. E foi só o que o Atlético fez na segunda etapa. No geral, só dava Inter.
Aos 44 minutos, a zaga do Furacão falhou feio. Otávio, então, aproveitou-se disso para empatar a partida. Justiça no placar. 


 


 O Furacão conseguiu o que queria. Levaram uma bela vantagem para o jogo da volta, no Paraná. Para o Inter, o resultado foi péssimo. Não podemos culpar o azar em todos os jogos. Faltou competência. Simples assim.
Enfim, o próximo jogo do Colorado será domingo, às 18h30, também no Estádio do Vale, frente ao Cruzeiro. Sem Juan, Índio e D’Alessandro, suspensos. Imaginem...
 
 Fotos Alexandre Lops


segunda-feira, 23 de setembro de 2013

D'Ale no site e na Fox! Entrevista e vídeo!

                             


Liderança do grupo colorado, D’Alessandro cumpriu com sua responsabilidade. Após o revés do último domingo diante da Portuguesa, pela 23ª rodada do Brasileirão, falou ao torcedor de forma clara e direta, através de coletiva de imprensa no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. 

Em entrevista de cerca de 10 minutos, o capitão do Inter admitiu o desempenho coletivo abaixo da média frente aos paulistas, mas afastou especulações em torno de problemas internos de grupo. E garantiu que sua equipe vai brigar por vaga na Libertadores 2014 até o final do campeonato nacional. Confira os trechos abaixo.

Ambiente
- Sobre problemas de vestiário, isso nem tem que ser falado. Assumo a responsabilidade. E sei que tem muitos que querem o D’Alessandro fora do Inter. Ouvi muita gente na semana falando isso. Mas quanto mais força fizerem, vai ser pior, vou ficar aqui. Estou falando sério, vou ficar aqui por muito tempo mais. 

Momento
- Tento “puxar” sempre, assumo minha condição de um dos líderes do grupo. Me torno repetitivo às vezes, mas aqui há muita gente grande, experiente e que fala dentro do grupo. Sempre há alguns que assumem mais a responsabilidade, no vestiário, na imprensa e perante o adversário em campo. Sou mais um desses. A nossa realidade hoje não é a melhor, mas não pelo trabalho feito. Muitas vezes jogamos bem, merecíamos ganhar e não conseguimos o resultado. Mas hoje (domingo) a gente reconhece que foi muito abaixo do nosso nível e do que poderíamos ter alcançado. Há dias em que as coisas não saem como a gente quer. Futebol é assim, e temos que continuar trabalhando. 

Postura
- Não faltou atitude, vontade, dedicação. Mas erramos muitos passes e, quando isso acontece, o adversário joga no teu erro, para sair no contra-ataque e ter a vantagem. A Portuguesa aproveitou. Mesmo assim, no segundo tempo, com um a menos, fomos melhores que no primeiro e tivemos duas, três chances de gol. O que podemos prometer é dedicação, força e vontade. O futebol não tem lógica. Vamos continuar batalhando porque a base da vitória é humildade e trabalho. A gente tem isso, acreditamos no grupo e na comissão técnica. 

Copa do Brasil: Atlético-PR na quinta
- A Copa do Brasil é totalmente diferente. Temos que mudar nosso foco, sabendo que são 180 minutos e que não se pode sofrer gols em casa. Vamos nos concentrar e tentar descansar nesses três dias. Nem todo mundo tem o nosso calendário, jogamos quatro vezes em nove dias, o grupo aa Bahia quinta e voltou. A gente não reclama, mas o corpo sente. Ninguém é robô ou máquina. Mas vamos que vamos. E no Brasileiro, o torcedor pode ficar tranquilo: vamos brigar pelo G-4 até o final.
   Fonte:
http://dalessandro10.com/noticia/271/dale-temos-que-continuar-trabalhando
 

                                    Link para a entrevista de D'Alessandro na Fox!


D'Alessandro! Quanto mais pedem para eu sair...eu fico!

sábado, 21 de setembro de 2013

Bah-ia 2 x 0 Inter... por Patrick Garrighan



Bahia 2 x 0 Internacional



O Internacional foi à Bahia para tentar embalar de vez no campeonato. Praticamente todos os resultados paralelos ajudaram o Colorado. É, já tínhamos um mau sinal.
Ok, o Inter estava sem seu cérebro, D’Alessandro. Também estava sem Scocco e Jorge Henrique. Mas isso não pode e nem deve servir de desculpa para a atuação pornográfica frente ao ridículo time Baiano.
O primeiro tempo foi ótimo... para dormir. Olhava-se para o campo e via-se apenas dois amontoados de jogadores. Via-se um Inter querendo empatar (inexplicável) e um Bahia com uma preguiça danada.
Otávio era o cara da correria. Alex, teoricamente, seria o responsável pela armação das jogadas, porém, praticamente não jogou. Então, Josimar e Willians se encarregaram de tentar fazer algo. Sem sucesso, obviamente. Ah, e nesse meio-campo ainda tinha o Aírton, que era o responsável por quebrar a bola (literalmente). Em alguns momentos, inclusive, conseguiu superar a tradicional burrice do Fabrício. Tá de parabéns.
Na defesa, a desorganização era visível. No ataque, Leandro Damião tentava, mas sem sucesso. A zica dos últimos tempos assombrou o nosso camisa 9 novamente. Acertou a trave duas vezes. Inclusive, continua o apelo: DAMIÃO, POR FAVOR, VÁ TE BENZER, CARA!!!
Bem, o Colorado conseguiu tomar um gol de um rapaz cujo apelido é “Feijão”, aos 5 minutos da segunda etapa. Por mim, poderiam ter acabado o jogo nesse momento.
Após sofrer o gol, o Internacional foi para cima. Até porque empatar era o objetivo desde o início, né, Dunga?! Embora o Bahia chore de ruim, o domínio Colorado era “falso”, se é que podemos dizer assim. Ficavam naquele “quero, mas não quero”, e o tempo passando...
Aos 42 minutos, Fernandão ampliou para o Bahia. É cada uma...
O Colorado ainda acertou a trave uma ou duas vezes, mas ficou por isso mesmo. Bahia 2 x 0.
O time que, teoricamente, hoje, briga por vaga na Libertadores, no Brasileirão, foi derrotado pelo Bahia duas vezes e tomou três do Náutico. Apenas reflitam.
Enfim, o próximo jogo do Internacional será no domingo, às 16h, contra a Portuguesa, no Estádio do Vale, famoso Camp Nóia.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

D'Alessandro fora do jogo contra o Bahia.

D'Alessandro meia Inter (Foto: Tomás Hammes / GLOBOESPORTE.COM) 
D'Alessandro tem 17 gols e 11 assistências em
2013 pelo Inter (Foto: Tomás Hammes /
GLOBOESPORTE.COM)


D'Alessandro acusa contusão e está fora do jogo contra o Bahia na quinta

Argentino seguirá em Porto Alegre realizando fisioterapia após sentir 'contusão nos arcos costais à esquerda'


E Dunga não poderá repetir o time. Pouco depois de celebrar a chance de utilizar o Inter em duas partidas consecutivas, o técnico foi acometido de uma surpresa: D'Alessandro está fora da delegação que viajou para a Bahia.
No início da tarde desta terça-feira, o clube divulgou o boletim médico. E ali veio a informação do desfalque do camisa 10, que foi diagnosticado com uma "contusão nos arcos costais à esquerda" . Ele permanecerá em Porto Alegre realizando fisioterapia. 
- Nós temos uma estatística de quem mais jogou. Dentro do possível, fazemos um revezamento. Tem a questão dos cartões, algum problema que possa levar uma lesão. Você sofre uma pancada que não atrapalha, mas seguindo pode causar uma lesão. No momento certo, tentamos minimizar a situação - disse Dunga sobre o aproveitamento dos atletas antes de noticiada a lesão do meia.
D'Alessandro é o atleta que mais atuou pelo Inter em 2013. Foram 42 jogos até o momento. Ele ainda aparece como o artilheiro do time com 17 gols, ao lado de Diego Forlán, e principal "garçom", com 11 assistências.
Caso queira manter o mesmo esquema, o técnico colorado pode optar por Alan Patrick. Jorge Henrique, que sofreu uma entorse no tornozelo (não informado qual) segue entregue à fisioterapia.
A delegação colorada viajou no início da tarde desta terça-feira para Salvador. Na tarde de quarta, o grupo trabalha na capital baiana. A partida contra o Bahia está marcada para as 21h, na Fonte Nova.
O Colorado ocupa o quinto lugar com 34 pontos, um ponto atrás do Atlético-PR – quarto e último que estaria garantindo uma vaga à Libertadores em 2014. O líder é o Cruzeiro, que acumula 46.

 Por Porto Alegre

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Sorteio Aniversário 3 Anos Blog

Olá... hoje é com muito prazer que trago aos fãs de D'Alessandro e leitores de nosso blog uma ótima noticia, o blog http://blogandresdalessandro.blogspot.com.br/ e Fã Clube Andrés D'Alessandro Eterno completa 3 anos mês que vem ! E para comemorar junto de nossos leitores preparamos um presente especial, sim porque o aniversário é nosso mas o presente é de vocês, e por isso que com a ajuda de nosso ÍDOLO D'Ale, iremos sortear no dia 12/10/2013 uma camisa da marca D'ALE10 autografada e entregue pelo próprio craque em uma visita do ganhador ao Centro de Treinamento do Internacional.



PARA PARTICIPAR VOCÊ DEVE LER COM ATENÇÃO O REGULAMENTO DO SORTEIO E DEPOIS  INSCREVER-SE NO FORMULÁRIO ABAIXO.

Regulamento do Sorteio 
1- Para concorrer basta seguir nosso blog blogandresdalessandro.blogspot.com  OU nosso twitter @FCAND_eterno.
2- Pessoas de qualquer lugar poderão participar, mas o ganhador que não puder vir a Porto Alegre receber o prêmio das mãos do próprio jogador deverá arcar com as despesas da entrega do prêmio, sendo assim ao se inscrever concorda em isentar o blog dos custos de entrega do prêmio. 
obs:O sorteado arca com a taxa de entrega e despesas com locomoção (caso a pessoa venha a Porto Alegre receber o premio).
3- O Blog é de fãs Andrés D'Alessandro, então poderá concorrer pessoas que são suas fãs independentes de time , nacionalidade..etc...
4- O Sorteio será realizado no dia 12/10/2013 e serão aceitas inscrições até as 00:00 hrs do dia 09/10/2013.

5- Será aceita apenas UMA inscrição por pessoa.

           INSCRIÇÕES ENCERRADAS

D'Alessandro, Forlán e Muriel surpreendem torcedores em comercial da loja do Inter Reprodução/YouTube,TV Inter
D'Alessandro aparece atendendo torcedor Foto: Reprodução / YouTube,TV Inter


D'Alessandro, Forlán e Muriel surpreendem torcedores em comercial da loja do Inter

Enquanto faziam compras na loja oficial do clube, alguns torcedores do Inter foram surpreendidos com novos "atendentes" do estabelecimento. Em comercial, D'Alessandro, Forlán e Muriel apareciam repentinamente para auxiliar os vendedores.




Fonte: 

Vitória para encostar no G-4! By Patrick Garrighan



Criciúma 0 x 1 Internacional
Foto: Rudinei Zang.  
Foto: Rudinei Zang. 










O Internacional foi à Criciúma tendo a obrigação de vencer. Isso porque não conseguiu fazer a lição de casa frente ao Santos e ao Vitória, na última semana.

Índio formou a zaga com Juan. Kleber ocupou a lateral esquerda. Willians ficou no banco. Aírton, Josimar, Alex, D’Alessandro e Otávio formaram o meio-campo.

O primeiro tempo foi parelho. O Internacional até teve mais chances, tocou mais a bola. Leandro Damião quase marcou pelo Inter, e Lins assustou pelo lado Catarinense. Ah, o lateral Sueliton se destacava.

Na segunda etapa, o Colorado começou melhor.

Logo aos 5 minutos, D’Alessandro foi ao fundo e cruzou rasteiro, encontrando o garoto Otávio, livre para concluir e abrir o placar. Inter 1 x 0.

Depois do gol, o Colorado passou a administrar. A equipe de Santa Catarina parecia perdida. Dificilmente ultrapassava a linha de meio-campo.

O técnico Sílvio Criciúma, então, resolveu apostar no nosso velho (e gordo) conhecido Daniel Carvalho. Bem, digamos que para suas “condições atuais”, ele até fez muito no jogo.

Aos 23 minutos, D’Alessandro apareceu livre na área e acertou a trave. Tendo em vista a zica atual do Colorado, pensei que o gol perdido faria falta. Felizmente, não fez.  
Foto: Rudinei Zang.
Foto: Rudinei Zang.

Foto: Rudinei Zang.
 Falando em zica, lembrei do Damião. O nosso camisa 9 vive um jejum daqueles. Até quando faz tudo certo, a bola teima em não entrar. Lamentável. Inclusive, ~Damigol~, se tu queres uma dica, tá aí: vá te benzer, cara!

Aos 38 minutos, o goleiro Helton Leite ainda salvou o tigre após uma conclusão do volante Willians.

Enfim, a tão esperada vitória chegou, e em grande momento, pois, com a combinação de resultados, agora, o Colorado está a apenas um mísero ponto do G-4.

O próximo confronto do Internacional é na quinta-feira, às 21h, frente ao Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador.
Foto: Rudinei Zang.

Foto: Rudinei Zang.

Foto: Rudinei Zang.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

 
 
 
Mais que um gol e uma vitória. Ao marcar diante da Ponte Preta neste sábado, D’Alessandro atingiu outra marca de grande importância na carreira, o 100° gol de sua trajetória profissional no futebol. O feito foi alcançado aos 15 minutos finais, quando o argentino converteu pênalti e confirmou a virada no duelo disputado em Campinas, pela 19ª rodada do Brasileirão. 


– É inacreditável (chegar aos 100 gols). Estou feliz e muito disso é graças ao Inter. Mais da metade desses gols marquei com a camisa colorada. Não é à toa que digo que não cheguei aqui por acaso; caí neste clube por alguma coisa. Fico muito orgulhoso também pela minha carreira e pela minha família, que fez todo o esforço para que eu me tornasse atleta – afirmou D’Ale, que pelo Colorado deixou sua marca em 53 oportunidades.

O triunfo vermelho no Moisés Lucarelli, não apenas pelo centésimo gol, passou diretamente pelo camisa 10. Ainda na primeira etapa, antes de balançar a rede, fez assistência perfeita a Juan em cobrança de falta, e o zagueiro cabeceou para empatar. William havia aberto o placar em favor dos mandantes. Aos 26 da segunda parte, Scocco decretou o resultado positivo que levou o Inter aos 30 pontos na tabela de classificação do Nacional. 

– A gente fica contente com o trabalho realizado hoje. O jogo foi complicado, duro, o primeiro tempo principalmente. Conseguimos emparelhar depois dos 15 minutos, e no segundo fomos melhores, jogamos mais, aproveitamos as chances. A vitória foi merecida. Estamos no caminho certo – concluiu D’Ale.

A três pontos do G-4, a equipe colorada parte agora para uma sequência de dois compromissos em casa. Recebe Santos e Vitória nesta semana, em Novo Hamburgo. Os paulistas são os primeiros adversários, na terça (10), a partir das 19h30.

Os 100 gols da carreira de D’Ale
53 Internacional
23 River Plate (ARG)
12 Wolfsburg (ALE)
01 Portsmouth (ING)
07 Zaragoza (ESP)
02 San Lorenzo (ARG)
02 Seleção Argentina