quarta-feira, 30 de abril de 2014

D'Alessandro e Os Donos da Bola! Por Chico Garcia

"No especial de 1 ano do programa Os Donos da Bola, o convidado de honra foi o argentino e capitão colorado, Andrés D'alessandro.E a comemoração foi em grande estilo. D’ale se emocionou com a possibilidade de um dia deixar o Inter, afirmou que cogita se aposentar no clube e foi alvo de uma brincadeira que até o gringo gostaria que fosse verdade. O comentarista Fabiano Baldasso colou uma figurinha de D’alessandro com a camisa da seleção argentina no seu álbum da Copa do Mundo. Segundo Baldasso, essa é uma grande injustiça que precisava ser corrigida de alguma maneira.”
Chico Garcia




sábado, 19 de abril de 2014

Parabéns Rosita !!



Hoje o blog Andrés D'alessandro está em festa, essa semana é uma semana muito especial para nós, pois além de nosso ídolo eterno comemorar mais um aniversário hoje a nossa Companheira, Amiga e porque não "Mãe Colorada" quem a conhece sabe que nesse coração, um coração de mãe sempre tem espaço pra mais alguém.


Hoje ela Rosita Buffi comemora mais um ano de vida, e é claro que não preciso dizer que o dia é seu mais quem ganha o presente somos nós, presente este iluminado ao qual agradecemos em 1° lugar a Deus, ao Inter e também ao D'ale pois foi graças a essas paixões, que nos conhecemos nos tornamos amigas, e hoje somos essa equipe, essa família linda e unida, sim sim temos algumas brigas mas até nas "melhores famílias" elas estão presente, e isso faz com que sigamos unidas ainda mais tendo cada vez mais respeito e carinho uma com a outra.


 Quando eu Priscila Mesquita resolvi te convidar para tocar para frente esse projeto que és blog ou como diz a Cris nosso "filho blog" não imaginava que teríamos esse reconhecimento todo que hoje o blog tem, e isso é graças a você, sabes que sou muito grata e se brigo com alguma coisa é porque não quero que se sobrecarregue, por te amar, te admirar e CONFIAR em você, também te agradeço por ter trazido a Cristiane Veiga para o blog pois sem ela o que seria de nossos simples textos!? não é verdade!? hehehe.

Gostaríamos muitos de estarmos presente com você hoje, você sabe que não foi possível mas quero que se sinta abraçada por nós duas, desejamos a você muita paz, saúde, amor, muitas felicidades, tudo de melhor pra você, te amamos e te admiramos muito Zita !!

Com Carinho!!
Beijos!
Cristiane Veiga, Priscila Mesquita
 e beijinhos da netinha de coração Lavínia Mesquita!!

terça-feira, 15 de abril de 2014

Feliz aniversário, D'Ale!

D’Ale querido,

Hoje é teu dia! Dia de comemorar a grande alegria de tê-lo no mundo! Dia de agradecer a Deus, e aos teus pais, pela dádiva de ver uma pessoa tão especial, sensível, doce, encantadora, guerreira, batalhadora e genial fazer parte de nossas vidas!

Agradecer aos deuses do futebol por nos permitirem a honra de ter um represente, um Deus, vestindo a camisa colorada!

Agradecer a ti, por permitires que façamos parte da tua vida, por nos dares espaço para que demonstre toda nossa admiração, adoração a ti, ao teu futebol, a tua paixão pelo time que amamos, a tua raça em defende-lo, a tua entrega em campo! Agradecer pelo imenso orgulho que sinto ao usar a camisa com teu autógrafo!

Como presente principal, queremos continuar te oferecendo nossa amizade, lealdade, admiração, respeito! Continuaremos a te defender como se fosses um dos nossos, continuaremos a divulgar toda tua genialidade, toda tua capacidade de encantamento dentro das quatro linhas, toda tua generosidade, enfim, tudo de bom que fazes por nosso Inter!

Queremos te agradecer pelo carinho com teus fãs, pelo respeito e reconhecimento que tens conosco.

Sei que já tivestes ídolos, e ainda os tem, então sei que sabes o que sentimos, mas tenho certeza de que ainda não tens noção de tudo o que representas, e do que sentimos ao te ver marcando o primeiro (e o segundo) gol da reinauguração do Beira Rio... a emoção tomou conta da alma, a alegria de te ver chorar, de te ver preenchendo mais uma página na história colorada!  O momento exato em que a bola encontrou as redes, o momento exato em que teu nome foi reforçado nas páginas da história do Beira Rio! 

É com imensa alegria que desejamos FELIZ ANIVERSÁRIO! TODA FELICIDADE DO MUNDO!!! QUE A CADA DIA A TUA VIDA SEJA MAIS PERFEITA, MAIS HARMONIOSA, MAIS FAMÍLIA, MAIS AMIGOS, MAIS TUDO QUE TE FIZER FELIZ!



Beijo, ídolo querido!!!!

Internacional 4 x 1 Grêmio Bi Patrick Garrighan



Internacional 4 x 1 Grêmio
É tetra!
Agora é oficial: não dá mais! Não existe mais rivalidade no Rio Grande do Sul. Fato lamentável, porém verídico. Existe apenas uma espécie de paternidade, onde o pai veste vermelho e o filho veste azul. Ontem mesmo o Estádio Centenário foi palco de um crime. O Grêmio foi estuprado!
Na primeira etapa, o jogo estava parelho. Muito feio, por sinal. Lançamentos longos e bola para o mato. Talvez em virtude disso, Paulão era o destaque.
Porém, Werley decidiu dar uma ajudinha ao Colorado. Rafael Moura tirou dele dentro da área, fez a parede estilo pivô de futsal e serviu D’Alessandro, sozinho, de frente para o gol. Todos sabem que o gringo não perdoa, principalmente em clássicos. 1 x 0.
Reservei um parágrafo apenas para Andrés Nicolás D’Alessandro. É impossível definir esse “quase anão” argentino em uma, duas, três palavras. Mito, gênio, craque, ídolo, maestro, D’10s! Te amo, D’Alessandro! Te amo, cara! (porém hétero, é claro)
Na segunda etapa, um MASSACRE! Logo aos 2 minutos, Alan Patrick cruzou e Alex se antecipou a Marcelo Grohe. Lindo gol, daqueles típicos de pelada. Tava muito fácil!
Nesse momento, no Centenário já ecoavam os gritos de “Olé”. Motivo para o Inter parar e administrar? Claro que não!!! Aos 10, D’Ale invadiu a área e sofreu pênalti. Por pena, talvez, não quis cobrar. Deixou a tarefa para Alan Patrick, que não desperdiçou. 3 x 0!
Aos 12 minutos, o golpe final. O nocaute! O Colorado entrou a toques dentro da área, Alex driblou Grohe e mandou para as redes. Humilhação para os azuis.
Cabia mais. O imort4l (desculpem, não resisti) tricolor estava tonto, morto. Mas o Internacional diminuiu o ritmo.
O Grêmio até diminuiu. Ernando marcou contra. Até a torcida Colorada aplaudiu. Era o ápice da ~zuera~. Sim, só o Inter marcou gols no clássico! (risos)
4 x 1 com autoridade. Quarto título consecutivo! Mais uma vez mostramos que o RS tem dono! Agora, são 26 vitórias a mais no clássico. Chega a ser cômico. Procura-se rival!

 É O INTER!

Meu Monstrinho favorito! D'Alessandro!!

D
ClicRbs

E mais uma vez o Inter se encaminhou para encerrar a semana GreNal em crise... Mas essa história teve outro final.

A semana começou com a polêmica do local onde a partida seria realizada. Incompetência do Inter, medo de perder em casa, falta de laudos... se leu e ouviu de tudo na mídia 'especializada'.
Durante a semana, teve treino fechado, sem nenhuma novidade para ser noticiada .


Ainda na semana, na sexta feira,  uma discussão no treino da manhã entre Willians e Fabrício, muito se falou  em briga, tapas e crise antes do GreNal. Toda vez é a mesma coisa, já estamos acostumados. E para não perder o costume, o D'Ale é envolvido na crises. Desta vez, pediu que não fossem registradas imagens e questionou se isso viraria capa de jornal amanhã. Era o que bastava para que alguns membros da imprensa rotulassem a cena como tentativa de censura por parte do capitão.


A cada novo GreNal, a cada nova decisão, crises surgem no colorado. E sempre o nosso capitão está entre elas.

Zero Hora
Mas não dá nada! Reverteremos as criticas em campo. Sempre foi assim. sabemos que para a grande maioria da Imprensa, D'Alessandro só é bom quando causa polemica. Brigas. Discussões. Cartões e expulsões. Desculpem. Esse D'ale de agora, ainda é polemico, mas sabe o que faz. Maduro, sério e talentoso como nunca! 
E fomos para o Centenário. Caxias, nossa casa na Serra.
  Os favoritos da imprensa, contra os Colorados. E foi lindo ver novamente aquele mar vermelho em Caxias. As ruas tomadas pela nossa torcida! O clima de decisão! E o time em campo foi de uma superioridade magnânima.  Taticamente Abel deu um nó novamente quando no primeiro tempo recuou seu exercito, deixando o adversário partir, esfogueado para cima. Segurou. Prendeu seus cães de raça! Sabia que o adversário não teria como combater o tempo todo assim, em cima. E ai soltou as rédeas, as mordaças e foi um ataque lancinante, certeiro, matador !
 Já no primeiro tempo, ele, nosso craque, Deus, Ídolo Eterno fez o que muitos afirmavam que ele não sabe fazer..gol de direita. Mas foi lá cm passe de Moura, D'Alessandro marcou  1x0 para o Inter e já na comemoração avisava: DEU! Era o que faltava!
Começamos o segundo tempo, com folego sobrando, fome e vorazes pela vitoria ! Foram 3 gols em 12 minutos! Estava feito o crime, a humilhação,o vexame. Um sacode de 4x0 nos favoritos, e para piorar a situação de nosso rival,  ao fazer o gol (contra do Ernando) foi aplaudido. Coitados, sem piedade. Mas tudo bem, eles tem a vaga na LA.
 Nós do Blog lá, na arquibancada, no povo, grudadas na tela assistindo a tudo ali, tão pertinho, mas tão distante ao mesmo tempo!. Como sempre, aliás, apoiar nosso ídolo em campo é uma das coisas que ao longo do tempo nos diferencia. Estamos sempre ali, ao lado, e ele sabe, sabe quem o apóia, sabe quem nas boas e nas más fica ao lado dele. Sabe tanto que na volta olímpica ao nos avistar no meio daquele povo vermelho, enlouquecido e pulsante abriu aquele sorriso doce, que sempre nos presenteia nas visitas ao CT e batia no peito apontando para nós, subiu na mureta e parou. Parou cm as mão na cintura e nos olhou..olhou para um lado, para o outro e sorria. Um líder contemplando seu exercito. Irradiava amor, emoção,alegria. 
Fred Colorado
Fred Colorado



Alexandre Lops


Fred Colorado

Porque D'Ale é assim, fica feliz quando nos faz feliz! Ele é um monstro em campo para o adversário, um carrasco! Um amigo fora das 4 linhas. Nosso amigo. Da nação colorada! E podemos esperar  muito desse amigo esse ano. Ele não vai parar por aqui. Continuemos apoiando, amando, idolatrando D'Alessandro. Pois é assim que ele nos retribui! Com o que qualquer torcedor deseja. Títulos. Taças. Partidas emocionantes, brilhantes.Lealdade. D'Alessandro é nosso Craque. Nosso! Possessivo assim mesmo! Vamos defende-lo, cuidar, proteger, amar D'Alessandro. Porque ser Tetra Campeão Gaúcho, e achar isso a coisa mais linda desse mundo, é para poucos. Muitos diriam..só mais um título, mas para o capitão não!!! Para ele é apenas o começo. E já mandou o recado: quero mais! E terá. Se depender de nós , meu amigo, terá!


Alexandre Lops
Alexandre Lops
Alexandre |Lops
Alexandre Lops
Alexandre Lops











Fotos: Clic RBS e Alexandre Lops

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Recado especial para o D'ale !!

by Priscila Mesquita 

Hoje trazemos ao nosso ídolo eterno um incentivo pré gre-Nal o recado de uma fã muito especial. 
Os pais da Érika de 7 anos entraram em contato conosco para pedir que enviássemos esse vídeo ao D'ale, pois a mesma é colorada desde berço sabe cantar as músicas do inter desde seus 4 aninhos e é muito fã do nosso camisa 10.

video

E para incentivar mais o nosso ídolo antes de um jogo tão importante nada melhor que o carinho do torcedor, ainda mais de uma criança.

Sei que D'ale já tem bastante incentivo por se tratar de um gre-NAL e o mesmo ser além de jogador, que dá seu sangue pelo nosso Inter um torcedor colorado, mas sempre é bom um carinho a mais, todos nós precisamos de carinho e apoio por isso D'alessandro "VAMOS GANHAR O JOGO" e ser TETRA em cima deles, a Érika o Blog Andrés D'alessandro e toda a Torcida do Inter está com vocês.







quarta-feira, 9 de abril de 2014

E a estrela brilha novamente! Como sempre!

Cristiane Veiga

Estou aqui tentando descrever o jogo de reinauguração do Beira Rio, Inter x Peñarol, mas minha mente está um turbilhão... 

A entrada do D'Ale na apresentação do espetáculo me pegou de surpresa, sabia que participaria, mas não sabia que seria assim... Mas na verdade não poderia ser de outra forma, afinal ele é uma das peças principais (para mim, a principal) da história recente do clube!

E o domingo chegou, trazendo consigo a hora mais esperada dos últimos tempos! 
Me emocionei desde o momento em que saí de casa para ir ao Gigante, algo tão especial mas que a reforma impediu de fazer por mais de um ano... Chegando lá, um mar vermelho 'voltando para casa', aquele clima de jogo internacional, o melhor e mais belo palco da partida tão esperada!

Durante muito tempo, rezei para que o D'Ale fizesse o gol da reinauguração, com todas minhas forças, pedia a Deus que seu nome ficasse marcado de maneira ímpar na história colorada, que ficasse tão fortemente evidenciada sua importância que ninguém tivesse como questioná-la. Fui para o jogo com a certeza de que o primeiro gol seria dele! Assim como fiz questão de dizer a ele que confiava, que tinha certeza de que assim seria!


E logo no início da partida, o D'Ale mostrou a importância do momento, entrou em campo com a seriedade de sempre, movimentando-se em todo campo, ora na esquerda, ora na direita, defendendo, atacando, armando, estonteando os adversários, encantando a torcida como sempre, sendo aplaudido a cada jogada.
E foi assim que ele sofreu falta e se preparou para bater.


O sol bem que tentou atrapalhar, mas o dia seria dele! O destino marcou a reabertura do Gigante da Beira Rio para que ele, o predestinado a brilhar com nosso manto colorado, carimbasse de fato seus feitos na história colorada, história essa, que já se confunde com a dele! D'Ale fez uma cobrança perfeita, deixou o goleiro plantando, sem atitude, apenas acompanhando o trajeto da bola e rezando para que ela errasse o caminho do gol. Mas não! Ela entrou, um golaço, uma pintura com a assinatura dele, um dos maiores ídolos colorados! E a emoção tomou conta do craque, que chorou ao comemorar, pois sabia o significado de seu feito!




D'Ale foi o dono do jogo inaugural do Beira Rio! Marcou também o segundo gol, convertendo a penalidade sofrida por Valdívia e eternizando sua participação na volta do estádio.

Mas D'Ale foi além de deixar sua marca dentro das quatro linhas! 

Ao avistar Índio entrando no gramado, D'Ale correu ao seu encontro e colocou-lhe a braçadeira de capitão! Assim, espontaneamente, com a grandeza que só os ídolos são capazes de ter!


Ao ser substituído, ouviu as justas homenagens e o agradecimento dos que estão acostumados a receber sua genialidade em campo, a cada jogo, a cada jogada!


E parecia ser a cena derradeira de um final de semana perfeito, onde o universo conspirou a favor do Deus do futebol colorado!

Mas que nada, D'Ale torna todo momento um grande acontecimento, sempre tem algo a mais a oferecer, e no momento da entrega da Taça Comemorativa à reinauguração, os dois 'capitães' foram chamados a receber o troféu, porém em mais um gesto de grandeza, D'Ale soube reconhecer a importância do momento para o zagueiro Índio e se retirou da cena, deixando o protagonismo exclusivamente ao seu companheiro. 

Agora fazendo um apanhado geral do mês antes do aniversário, que D'Ale comemorará na próxima terça, dia 15 de abril, dizem que 30 dias antes do aniversário, vivemos o 'Inferno Astral', onde as coisas costumam ser diferentes do planejado, do esperado. E lhes convido a fazer uma pequena revisão destes 30 dias que antecedem o aniversário do nosso D'Ale (sem mencionar as grandes atuações nos jogos neste período):

  • 17 de março: cerimônia de entrega do Prêmio EFE, como melhor jogador estrangeiro em atuação no Brasil em 2013;
  • 05 de abril: um dos Protagonistas da Festa Gigante, sendo ovacionado pela torcida;
  • 06 de abril: escolhido como um dos meias da Seleção Gigante da História do Beira Rio, em enquete realizada no GE;
  • 06 de abril: autor dos 02 gols de reinauguração do Estádio Beira Rio;
  • 07 de abril: teve o gol de falta escolhido como o gol mais bonito do final-de-semana, em enquete realizada em site do Sportv.


E assim corre o mês de aniversário do D'Ale, e que, se Deus quiser, na segunda possa voltar aqui e acrescentar mais um dado positivo nesta lista do mês de abril do nosso querido ídolo! E que todos os seus 'infernos astrais' sejam assim, sempre!

Fotos: Cris Veiga

segunda-feira, 7 de abril de 2014

D'Ale!!




"– Estou feliz pelo momento do clube, pelo aniversário, o Beira-Rio em um momento histórico. Somos privilegiados por hoje fazer parte do grupo do Inter. Pessoalmente, é uma emoção imensa contribuir com dois gols em um jogo tão importante, com estádio lotado. Não é à toa. Quando chego em casa, começo a pensar sobre o porquê as coisas acontecem comigo. Acho que a decisão de vir para cá em 2008 foi a mais acertada da minha carreira, e falo de tudo que já vivi aqui nestes seis anos.
O Inter e o torcedor estão de parabéns, pela festa de ontem (sábado) e pelo jogo de hoje. É um momento muito importante na minha trajetória, estou feliz."
Somos privilegiados!
"– Na hora, nem dá para acreditar. Não vou mentir dizendo que não tinha vontade de marcar um gol hoje. Acho que todos queriam. Mas penso que alguém tinha marcado alguma coisa para mim hoje. Não é à toa o que aconteceu, passa muita coisa pela cabeça. É uma mescla de sentimentos, por tudo que vivi no clube. Vai cair a ficha só quando eu sair do Inter, de tudo que conquistei e de todos estes momentos emocionantes."

"(...)Me sinto em casa aqui. Saí da Argentina em 2003, não é fácil estar longe tanto tempo, e o Inter faz com isso seja um pouco mais suportável. Só tenho agradecimentos, minha família está bem aqui em Porto Alegre. Meu contrato é até ano que vem, e Deus dirá como essa história vai continuar."

"– Fiquei feliz e surpreso por ter sido escolhido para abrir o show. Foi um orgulho. Não posso me comparar com eles, mas fiquei honrado por fazer parte de um momento importantíssimo do clube."

"– Foi espontâneo, não tinha pensado antes. Sabíamos que todos iriam jogar, e eu poderia ter saído sem o Índio estar em campo ainda. Mas quando ele entrou achei que merecia, por parte do grupo, aquele reconhecimento."





"– São seis anos no clube, a emoção é muito grande. Era um coisa (gol no jogo inaugural) que passava pela minha cabeça, com a qual eu sonhava desde o momento que começou a reforma do Beira-Rio. É mais um dia da minha história aqui ."

"– Levamos a partida a sério, foi um duelo bonito e pegado. Tínhamos que vencer, pela história de cada um e porque o torcedor merecia. É muita coisa vivida no Inter, estou agradecido e emocionado. Sou colorado desde que cheguei aqui, e minha dedicação e profissionalismo é para devolver tudo isso. É importante fazer parte da história de um clube tão bonito."




"– Quero dar os parabéns ao Inter e a todos os torcedores. É uma alegria muito grande estar num lugar onde todos te tratam bem e querem o teu melhor. O clube e o torcedor me fazem sentir em casa. Tento retribuir no campo e quando tenho contato na rua com o pessoal. Fico muito feliz de estar presente nesse momento histórico do Inter, que vai inaugurar o novo estádio."

"– Vivi muita coisa no Beira-Rio. Toda vez que vou para os treinos ou jogos é motivo de orgulho e felicidade para mim. Espero agora poder aproveitar ao máximo estes dias importantes na vida do clube e de todos nós."


Fonte: www.dalessandro10.com
Fotos: Alexandre Lops

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Está chegando a hora: O gigante vai rugir!

By Cris Veiga

Novembro de 2012... última partida no Beira Rio antes da reforma.
O time estava um caos, parecia que ninguém falava a mesma língua, em campo nem pareciam jogar no mesmo time.
As responsabilidades pelo fracasso pipocavam em todos, e como sempre, estouravam em D'Alessandro, naquele que se entrega, se envolve, fala,cobra, dá a cara a bater... Naquele que sob vaias deixou a emoção falar mais alto e disse que se estivesse ruim com ele, "ele pulava da barca" (sempre lembrando que 2012 foi um dos piores anos de sua carreira, repleto de lesões).
O estádio em reforma, paredes destruídas, arquibancadas inferiores sem acesso ao público, pronto para ser fechado e reformado durante todo ano seguinte, quando ficaríamos oficialmente sem casa. Décimo lugar no Campeonato Brasileiro. Mas enfim, este mal lembrado ano chega ao fim e as esperanças de um 2013 melhor alegravam os corações colorados.



2013 chegou e nós colorados, viramos nômades... E a saudade de casa, do Gigante da Beira Rio, só aumentava... a sensação de estar desprotegido era a cada dia mais forte. Vencemos o Campeonato Gaúcho na casa alugada, onde fomos muito bem recebidos. Mas a distância era desgastante. Surgia a necessidade de estarmos perto de 'casa'. A obra no Beira Rio era uma novela, nada andava...
Então surgiu Novo Hamburgo com seu Estádio do Vale, ali, bem mais perto de casa! Fomos de mala e cuia, acreditando que todos os problemas estariam resolvidos, que a torcida faria um pequeno caldeirão a cada jogo, que o desgaste do deslocamento havia sido drasticamente reduzido e que no Campeonato Brasileiro de 2013, tudo seria diferente!
Baita engano...
A 'casa nova' não engrenou, a torcida não lotou e tudo ficou com cara de série B... Talvez isso tenha influenciado no ânimo do time e por isso fechamos o ano lutando contra o rebaixamento. Nós do Blog, ouvimos o D'Ale dizer que não cairíamos, então logicamente, sabíamos que não aconteceria, mas os 'nervos' sofreram! Que situação horrível! Espero que nunca mais passemos por isso...
E o Beira Rio continuava lá, em obras... e nós colorados sonhando com seu retorno, com sua reinauguração, ouvindo notícias desencontradas sobre os eventos que aconteceriam, como seriam, quem participaria... Mas os ingressos foram à venda! Corremos para garantir a presença e o que viria 'no pacote', pouco importava, o que importava era estar presente!

Mais um ano virou, chegou 2014! Ano cheio de acontecimentos maravilhosos! Volta para o Gigante (já descrevi como foi em outro post), ano da festa de reinauguração, jogo inaugural, Copa do Mundo! Bem vindo 2014!
E o dia se aproxima, os dias se aproximam! Festa Inaugural, o espetáculo "Os Protagonistas", no sábado, dia 05 e o Jogo Inaugural, Inter x Peñarol, dia 06 de abril.
A expectativa é imensa, e parando para pensar, parece que toda essa angústia, esse sofrimento e momentos de tristeza, duraram 1 dia, tá talvez 1 mês! Está chegando a hora de voltarmos para casa, lotarmos o Gigante e vermos nosso Inter conquistar tudo outra vez! Hora de ver nosso capitão D'Alessandro voltando a levantar as taças e comemorando junto à torcida! Hora de se emocionar com a emoção do maestro, com o brilho dos seus olhos a cada vitória, a cada comemoração, a cada título!




Agradecemos imensamente aos torcedores que nos receberam tão bem em suas casas, mas nada pode ser melhor que estarmos em casa!
Agora é a hora de darmos nosso show, lotarmos as novas cadeiras, cantarmos, vibrarmos e mostrarmos nossa paixão! Mostrarmos que o Inter é nossa paixão e que nada, mas nada mesmo, vai nos separar!
Esperamos vocês no sábado, esperamos toda família colorada reunida novamente, e temos certeza de que será inesquecível!

Até sábado!