sexta-feira, 28 de agosto de 2015

D'Ale, Ídolo sempre!!! Por Carina Regina




D'Ale apenas respondeu uma pergunta do repórter, e os azuis já sentiram o golpe.

video

"A história fala por si só, e ela é muito mais rica aqui do que lá. Muito melhor no lado vermelho" .Todos sabemos que desde a chegada do D'Ale no Inter, o time de azul não ganhou nada,s endo assim ele apenas falou verdades. Inter não precisa apagar nada, temos uma historia linda, unica, impecavel, rica! E se algum time tem que  apagar algo com certeza seria nosso rival, que perdeu o  último título que foi disputado dentro do Olímpico em 2011, greNal com direito ao Inter e D'Ale darem volta olímpica e levantaram a taça, essa aliás que à anos os azuis não sentem nem o cheiro...Apagar a vergonha de ser eliminado de uma competição por atos de racismo. Isso sim. Mas perder é do jogo. Um dia aplicamos 5, no outro e contra... Acontece! Mas série B , nunca vi.E D'Ale está certo não vai ser um resultado de 5x0 que vai apagar nossas conquistas em cima do co irmão. E este ano quem ganhou título : foi o 5x0 ou vencer a final do Gauchão em casa em um  greNal? É claro que foi o título gaúcho.D'Ale é mito, craque, gênio, ídolo e isso até os torcedores do Gremio sabem. Mais uma vez sentiram o golpe.Nosso ídolo nos ampara, nos acarinha, nos acalenta. Nos temos a sorte de te-lo em campo.... Obrigada D'Ale.


domingo, 23 de agosto de 2015

Inter 2 x 0 Atl PR Análise de Carina Regina




Inter x Atlético - PR


O Inter começou já nos primeiros minutos pressionando os Paranaenses, nitidamente o time é outro desde a chegada de Argel a casamata.
 O treinador conseguiu organizar o sistema defensivo, os volantes e o meio campo está mais preciso e com saída de bola na velocidade.
E foi assim que saiu o primeiro gol Colorado, D'Ale cobrou uma falta em velocidade originando um passe genial para Valdívia na ponta da área que dominou a bola de primeira e com dois toques fez um belo gol aos 3min do 1° tempo. 
O Colorado amassou, foi avassalador com o Atlético recuado e sem mostrar perigo ao gol do Alisson, e aos 10min poderiam estar ganhando de 3x0, o time não deixava o adversário passar do meio campo.
Argel na sua chegada fez mudanças importantes no time, pois hoje o Colorado joga com 2 volantes de grande marcação, Nílton e Dourado que também sabem jogar com a bola no pé, e Sasha  jogando de armador e também marca muito quando o time esta sendo atacado. Assim D'Ale pode trabalhar com tranquilidade  jogando do meio pra frente e não precisando correr como um louco para marcar e sim armando as jogadas rapidas para Valdívia e Vitinho que são os homens de velocidade.
O Inter hoje mais uma vez mostrou disposição, e está claro a marcação avançada que Argel vem impondo no time, já tinha percebido isto no primeiro jogo do Argel contra o Cruzeiro. O treinador postou um time agressivo na marcação e veloz quando tem a bola, Inter está jogando pra frente, a movimentação do quarteto D'Ale, Sasha,Valdívia e Vitinho esta me deixando confiante, hoje está organizado da defesa ao ataque.
Mas mesmo assim  Inter voltou para o segundo tempo  buscando mais um gol, tivemos um pênalti que infelizmente nosso Capitão desperdiçou, nosso maestro mudou de lado e o goleiro teve a felicidade de defender, mas mesmo assim  não desistiram de fazer o segundo gol e de uma cobrança de escanteio do D'Ale, Dourado cabeceou no meio da área e no rebote Paulão não desperdiçou e fez o gol da tranquilidade,
Por outro lado observei que o time está caindo de rendimento no segundo tempo e que o preparo físico ainda está abaixo do esperado, mas bem melhor que antes.
Em geral gostei do jogo, pois o Inter de Argel está organizado e nos passando uma confiança que nosso time pode sim buscar uma classificação a LA de 2016.



CAMPEONATO BRASILEIRO 2015: INTERNACIONAL-RS X ATLÉTICO-PR


CAMPEONATO BRASILEIRO 2015: INTERNACIONAL-RS X ATLÉTICO-PR

CAMPEONATO BRASILEIRO 2015: INTERNACIONAL-RS X ATLÉTICO-PR

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Retorno de D'Ale Por Carina Regina


D'Ale voltou! 




Gostei do retorno do Maestro, o gringo voltou maestrando o time e chamando a responsabilidade, se movimentou bem e tentou o jogo todo sair da marcação. O time do Ituano no começo do jogo fez rodízio para bater no gringo e tentaram tirar do sério. No começo do jogo D'Ale jogou mais pelo lado direito, tentando fazer jogadas rápidas com o William e jogar em movimentação com o Valdívia e Vitinho, mas logo voltou a jogar mais pelo meio e começou a organizar as jogadas de ataque do Inter. 
D'Ale sentiu no primeiro tempo, pois estava voltando de lesão, mas no segundo tempo o gringo cresceu, o Ituano parou de bater e assim ele pode fazer jogadas rápidas com Sasha que por sua vez fez boas jogadas por dentro com troca de passes e velocidade. 
D'Ale é o cérebro do time, coloca a bola onde quer, deu passes açucarados para Vitinho, Valdívia e fez jogadas de subida com o William, fez um bom jogo, assim como todo o time que tentou desde o começo vencer o jogo.
Gostei do time, Argel colocou o time com os jogadores jogando mais perto, teve tambem uma boa movimentação e uma pegada diferente, tenho certeza que o Inter vai crescer no comando do Argel.


Copa Do Brasil Inter 2x0 Ituano Analise de Natalia Colbeich

Copa Do Brasil

Inter x Ituano 


 Esse jogo tinha tudo para ter muitas emoções, e teve! 
Marcava o primeiro jogo do técnico Argel em casa, a estreia do Inter na Copa do Brasil, a volta do Capitão D'Alessandro após recuperação de lesão e a torcida com o Beira-Rio. 
O Inter começou mostrando uma postura diferente, marcava mais em cima, tinha velocidade com Sasha, Vitinho e Valdívia que recebiam de D'Ale, armador das jogadas. E não demorou muito para o Inter abrir o placar, Vitinho chutou de fora de área com muita força, a bola desviou no zagueiro adversário e entrou. 1 a 0. 
Um minuto depois, Sasha roubou a bola, entregou para Vitinho que deu o famoso passe "faz e me abraça" para Valdívia marcar o gol da vitória Colorada. 
Valdívia é o artilheiro do Inter em 2015 seguido por Vitinho. Lá atrás, Nílton fez uma partidaça, assim como Dourado, a dupla de zaga e William.
 Zé Mario que entrou no lugar de Geferson , machucado, mostrou bom jogo também. O placar acabou 2 a 0 mas poderia ter sido 4 a 0 para cima, Inter desperdiçou várias chances de gols. D'Ale que voltou de lesão mostrou que nunca esteve a passeio, deu passes geniais, que faltou pouco para quem recebeu não balançar a rede. 
Agora o Inter troca de competição e recebe o Atlético-PR pelo Brasileirão as 16h.







domingo, 16 de agosto de 2015

Cruzeiro x Inter Analise de Zita & Naty

Enfim estreiamos um novo técnico, e a impressão que fico é que o problema não era O Técnico, e sim a falta de técnica de alguns jogadores. Vi um time com um pouco mais de vontade, mas sabemos que só vontade não ganha jogo, time com poucos chutes a gol, frágil na defesa, e sem criação no meio campo.

 Claro, vários desfalques importantes, entre eles cito D'Alessandro e Juan.

D'Ale se recuperando, deve voltar contra o Ituano quinta feira próxima em casa, pela Copa do Brasil e Juan vamos esperar a analise da comissão medica.

Argel impôs um ritmo de treino mais forte, mais disciplinador, quem sabe não é isso que precisamos?

Além de focar na condição física, precisa dar mais confiança aos jogadores, não se desaprende a jogar assim da noite para o dia. Motivação é a palavra de ordem!

Rosita Buffi



 Brasileirão 2015 
 Cruzeiro x Inter


CAMPEONATO BRASILEIRO 2015: CRUZEIRO X INTERNACIONAL-RS

O primeiro desafio do novo técnico Argel Fucks foi fora de casa, contra o Cruzeiro, pela última rodada do primeiro turno do Brasileirão.
Com vários desfalques importantes, entre eles o capitão D’Alessandro, Alex, Juan (de última hora) e Lisandro López, o Inter de Argel empatou com o Cruzeiro.
 As novidades foram o novo sistema tático, acostumados com 4-5-1 ou 4-4-2, Argel implantou um sistema mais defensivo, num 4-3-3 ou 4-3-2-1 com Nilton, Nico Freitas e Dourado a frente da zaga. O ataque ficou por conta de Vitinho, Valdívia e Sasha.
O time marcou mais em cima, mas faltou ainda a proximidade e finalização mais certeira em partes individuais, principalmente de Vitinho que errou um gol em cima de Fábio, e Valdívia que não na mesma intensidade de antes.
Faltou também o articulador. A verdade é que o técnico Argel tem muito trabalho e apoio a ele e ao time não faltará. O Inter troca de competição agora e foca na estréia na Copa do Brasil, quinta-feira, contra o Ituano no Beira-Rio. Certamente terá a volta do capitão D’Alessandro, peça fundamental do time. Além de Juan, Lisandro e Alex.

Natalia Colbeich


CAMPEONATO BRASILEIRO 2015: CRUZEIRO X INTERNACIONAL-RS


CAMPEONATO BRASILEIRO 2015: CRUZEIRO X INTERNACIONAL-RS

CAMPEONATO BRASILEIRO 2015: CRUZEIRO X INTERNACIONAL-RS

CAMPEONATO BRASILEIRO 2015: CRUZEIRO X INTERNACIONAL-RS

Fotos: Gazeta Press

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

D'Ale: Nunca Direi Adeus.

video
video: @NovoSala

D'Alessandro é homenageado pelos seus 7 anos de Inter!
No jogo desse domingo, dia 02/07/2015 D'Ale recebeu um belissimo troféu, homenagem do Sport Club Internacional aos seu 7 anos de permanência no Clube. São 7 anos com 10 títulos, sempre na serie A, e disputando tudo que se podia disputar. Com garra e doação em campo, D'Ale nesses 7 anos tornou-se o simbolo do torcedor em campo.
 Vestindo como poucos nossa 10 com orgulho e admiração pelo Clube.



"O Internacional presenteou D’Alessandro com uma obra de arte do artista plástico e designer Bernardo Krasniansky feita especialmente para o camisa 10 para celebrar este feito histórico no clube. O troféu conta ainda com uma placa de ouro com uma mensagem agradecendo ao meia-atacante argentino pela dedicação com a qual ele defende o time colorado desde o dia 30 de julho de 2008, data da sua apresentação oficial.
Além de Fernando Carvalho, assessor de futebol na época e um dos principais responsáveis pela chegada de D’Alessandro ao Inter, o atual vice-presidente de futebol, Carlos Pellegrini, também esteve presente no momento da homenagem." 

torcedores.com


Alexandre Lops

Nosso Capitão em texto emocionado no site twitter, agradeceu aos torcedores e fez uma promessa: 

"Nunca direi Adeus"

''7 anos... quem pensava que iria a ficar tanto tempo... nem eu, mas as coisas nao acontecem por acaso.
Muitas alegrias e poucas tristezas... cumplicidade, carinho, respeito e amor pelo clube fez com que eu me doasse ao maximo quanto eu pude. Agradeco aos colorados verdadeiros pelo apoio incondicional, por me aguentar em momentos aonde se duvidou do D'Alessandro atleta, mas vcs sempre estiveram ali,puxando, apoiando e me defendendo até nao poder mais.
Ninguém tem a verdade absoluta, mas tudo o que conquistei e ganhei nao foi de graça... foi com dedicacao, esforço e ajuda da minha familia.

Obrigadoo inmenso pra voces e sinto orgulho de fazer parte desta historia e ser colorado. Nunca direi adeus !!! 
 Andrés D'Alessandro