domingo, 27 de setembro de 2015

D'Ale: Orgulho de ser Cidadão de Porto Alegre.






Sexta passada, 25 de setembro de 2015, ficará marcada na história do Blog e para sempre será motivo de orgulho para nós.
Nosso Maestro e ídolo, recebeu o Titulo de Cidadão de Porto Alegre, das mãos do Vereador Mario Manfro, autor da indicação a Câmara dos Vereadores que teve aprovação unanime!
Evento belíssimo, emocionante, e que teve como ponto alto o discurso de nosso D'Alessandro.


video
                                               Vídeo do discurso de D'Alessandro


Ele com certeza não contava com tanta gente o homenageando nas galerias: Família, torcedores, amigos, colegas, as Organizadas do Inter ( FFC, Popular, Nação e Camisa 12), bem como ex dirigentes, Consul da Argentina e os Vereadores que fizeram questão de discursar mesmo sendo alguns gremistas. Afinal era um evento sem cor de clubismo, D'Ale é um Cidadão de POA.


















Nós do Blog só temos a agradecer poder participar efetivamente, junto ao Gabinete do Vereador Mario Manfro, na divulgação do evento. Foi um prazer, uma honra e com certeza nos deixou muito felizes!
D'Ale estava acompanhado de sua esposa Erica, com Gonzalo no colo, Martina e Santino.

Depois da cerimonia, fomos a recepção para confraternizarmos com o ídolo tão grande homenagem! D'Ale estava feliz! Alegre, rodeado de amigos, sorria e dava atenção a todos!
Obrigada de coração D'Alessandro, esses momentos passados ao teu lado ficarão para sempre. Nunca deixaremos de te apoiar, conte sempre conosco! 






























segunda-feira, 21 de setembro de 2015

D'Ale , Cidadão de Porto Alegre. Por Kika&Nathy





D'Alessandro adotou Porto Alegre como seu lar, tanto que escolheu a cidade para receber o mais novo membro da família, seu filho Gonzalo, nascido em agosto deste ano. 
São 7 anos vivendo em Porto Alegre, defendendo as cores do Inter e levando ao mundo todo, o nome da Cidade através dos títulos e campeonatos disputados dentro e fora do país.
 Agora, será a vez de Porto Alegre retribuir seus feitos, os quais também são destaques a participação em projetos sociais, realizados com discrição desde 2008, e ganhando grande repercussão ano passado através do evento "Lance de Craque - Um gol pelas crianças" jogo que reuniu estrelas do futebol no Beira-Rio (e já faz parte do calendário de ações socias a ser realizado todos os anos), com intuito de ajudar várias instituições de Porto Alegre.
 Assim sendo, D'Alessandro receberá na próxima sexta, dia 25 de setembro de 2015, às 17h na Câmara de Vereadores, o título de Cidadão De Porto Alegre, título concedido à cidadãos que se destacam em suas atividades, e/ ou contribuem à sociedade através de seu trabalho. 
O projeto de Lei, foi de autoria do Vereador Mário Manfro, que fez o convite pessoalmente ao jogador, e teve total apoio de toda a Casa e do Prefeito José Fortunatti.
 Aproveitamos para agradecer pelo reconhecimento ao trabalho e dedicação de Andrés D'Alessandro, e dizer que nos enchemos de orgulho por esta bela, e justa, homenagem! Nós do Blog Andrés D'Alessandro, estaremos, mais uma vez, ao lado de nosso Maestro neste momento tão especial, e esperamos todos seus fãs e admiradores, para juntos prestarmos mais essa homenagem ao nosso Craque!






sexta-feira, 18 de setembro de 2015

D'Ale e o Leilão Ídolos Eternos.




"Fãs poderão adquirir produtos históricos e exclusivos do craque D’Alessandro" Os fãs do jogador D’Alessandro, terão uma oportunidade única de terem em suas casas, produtos exclusivos e de importância histórica do craque do Internacional. Duas ações promovidas pelo site Ídolos Eternos (www.idoloseternos.com.br) irão proporcionar a um número limitado de torcedores adquirirem produtos oficiais autografados e oficiais do jogador. 

Na primeira ação, 60 felizardos poderão adquirir um kit exclusivo e numerado de produtos assinados por D’Alessandro. Quem comprar o pacote, receberá uma camisa oficial do Internacional, com dedicatória do craque em seu nome, um pôster autografado e o certificado de autenticidade dos produtos. Tudo isso devidamente acomodado em uma caixa/embalagem exclusiva e entregue no endereço escolhido. 

Para este produto haverá ainda a opção do comprador poder personalizar a camisa com o número e o nome de D’Alessandro e incluir, em um pen drive, uma vídeo mensagem do craque do Internacional especialmente para a pessoa que comprar o kit ou for receber o presente. As vendas começaram nesta desta sexta-feira (11.09) e irão até o dia 08 de outubro, ou até o fim do estoque. 

A segunda ação certamente irá mexer com a emoção do torcedor colorado. Serão leiloadas as duas chuteiras utilizadas por D’Alessandro na partida Internacional 3 x 1 Atlético-MG, disputada no Beira-Rio pelas oitavas de final da Libertadores desse ano. Neste jogo, o craque anotou um golaço de fora da área que ajudou o time gaúcho a atingir as quartas-de-final da competição. 

Os lances para ficar com as chuteiras poderão ser dados a partir desta sexta-feira (11.09) até o dia 25 de setembro. Quem arrematar a relíquia irá recebe-la das mãos do próprio D’Alessandro. 

Para adquirir o kit exclusivo e numerado ou participar do leilão é só acessar o site www.idoloseternos.com.br e seguir as instruções nas páginas das promoções.

Parte do valor arrecadado com as duas ações será destinada ao Hospital do GRAACC, que atende crianças e adolescentes com câncer.


domingo, 13 de setembro de 2015

INTER é o time MAIS desgastado do Brasil. Por Adriano Schneider










Duas voltas ao redor do mundo. Isso mesmo. Ao final de 2015 o Inter deverá atingir essa marca ou até mesmo ultrapassá-la ao bater os 80 mil quilômetros percorridos pra disputar as quatro competições do ano: Campeonato Gaúcho, Copa Libertadores da América, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.


Até a rodada do último sábado, quando o time colorado venceu o Coritiba por 1 a 0 na capital paranaense, o Inter já havia viajado mais de 72 MIL QUILÔMETROS entre idas e voltas até a cidade de Porto Alegre, considerando distâncias em linha reta. Nenhum outro clube brasileiro jogou tanto e se movimentou como a delegação colorada nessa temporada.

Em que pese o discurso sobre rodízio de jogadores proposto pelo ex-técnico colorado Diego Aguirre, a verdade é que a perna pesa não só pela quantidade de jogos mas também pelo tempo fora de casa para recondicionamento e recuperação física.

São 59 partidas até aqui e esse número poderá chegar aos 78 jogos após o término do Brasileiro e caso o clube gaúcho chegue às finais da Copa do Brasil. O segundo time que mais jogou no Brasil entre os que estão disputando a Série A é o Sport Recife, com 55 jogos após a rodada deste final de semana no Brasileirão. Terão sido 25 jogos pelo certame nacional, 6 pela Copa do Brasil, 10 pela Copa do Nordeste e outros 14 pelo Campeonato Pernambucano.

Equipes como Corinthians, São Paulo e Grêmio disputaram até agora nesse ano não mais que 52 partidas nas competições que disputaram e ainda disputam. Em termos de comparação, o Corinthians percorreu menos que a metade da distância atingida pelo Internacional.

Esse é preço que se paga pela vida de jogador profissional de futebol em um clube de ponta: bastante tempo fora do próprio lar, concentrações e viagens contínuas, destinos às vezes muito distantes, pressão e a necessidade de manter foco e bons resultados. A exigência ao plantel do Inter em 2015 é do tamanho do clube. O título do Gauchão veio, a Libertadores teve um gosto amargo de terceiro colocado. Pela frente dois jogos das quartas-de-final da Copa do Brasil e um ensaio de reabilitação na reta final do Brasileirão.

Mesmo consideradas as ponderadas críticas ao desempenho físico do colorado durante o ano, há que se levar em conta que são, no mínimo, 7 partidas a mais no ano que o líder do Brasileirão. Em um esporte de alto rendimento como o futebol é notável que a corda está mais esticada sem sombra de dúvidas para o time colorado.

É um Inter constantemente posto à prova. Rodado. Viajado. Cansado. O Inter é o time mais desgastado do Brasil e precisa encontrar forças pra seguir buscando um bom lugar ao sol até o fim de 2015.

Imagem: Divulgação/Sport Club Internacional

Adriano Schneider é colaborador no Torcedores.com. Siga ele no Twitter: @driccos

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Precisamos Falar Sobre D'Alessandro. Por Adriano Schneider.

Adriano Schneider e colaborador do Blog torcedores.com e sempre nos brinda com textos fantatiscos sobre D'Alessandro.





Não há o que aconteça no futebol gaúcho que faça a pauta deixar de ser por muito tempo Andrés D’Alessandro. Sempre “existe uma proposta”. Sempre “existe uma insatisfação”.
Sempre há polêmica, inclusive quando não deveria existir.



Polêmica em falar ou calar. Polêmica em jogar ou não jogar. Polêmica sobre seus vencimentos, sobre sua condição, sobre seu temperamento. A verdade é que falar sobre D’Alessandro é quase sempre assunto por uma série de fatores. Há quem diga que ele estava machucado mas também quem defenda que “não quis jogar o último GreNal”. Há quem entenda que ele está feliz pela chegada de seu filho mas também quem queira se debruçar sobre a teoria de que “quer sair logo de Porto Alegre”.



Convenhamos. Pra quem já tem dinheiro, dinheiro não é tudo. Não é somente uma proposta nessa altura da vida que vai tirar D’Alessandro do Rio Grande do Sul. Acostumado com a rotina, estabelecido por aqui, ídolo de uma geração e respeitado por muitos rivais. Não são meio punhado de dólares que vão fazer um jogador já milionário abandonar a terra que escolheu pra ser sua.

Talvez um novo desafio motive Andrés a sair do Inter. Talvez novos horizontes. Quem sabe a ideia de conhecer novas culturas. Quem sabe a falta de paciência com alguns setores da mídia que insistem em acordar logo cedo pra polemizar acerca do seu nome. Talvez a enxurrada de impropérios que se misturam a poucas verdades e que se repetem como se fossem salmos de meditação da preguiça.

Não me lembro de ouvir críticas quando ele colocou aquela bola no ângulo de Victor. Ou quando recentemente lançou duas bolas que deixaram Valdívia de cara pro goleiro adversário. Há quem critique o jogador porque é pontual sobre suas falhas e há quem viva pra simplesmente encher o saco.

D’Alessandro já participou de quase duas dezenas de jornadas onde o Inter esteve no pódio ou então muito próximo do primeiro lugar. Eu pergunto: Quem fez isso no futebol brasileiro na última década? Quem levou um clube pela mão em oito temporadas a uma dezena de faixas e outras finais e semifinais que tanto embalaram os sonhos do colorado?

Sempre há de haver uma proposta por D’Alessandro. Ele vai ficar insatisfeito. Talvez esmurre o ar, talvez se sinta prejudicado. Talvez opine sobre não gostar de um técnico ou comissão. Talvez se dedique um pouco menos por estafa. Talvez exagere em algumas palavras na pressa de defender seus interesses.

Um dia ele vai parar. Ele vai embora, talvez. Pode ser que encerre a carreira aqui ou em outro lugar. Mas aquele coração ali é vermelho. Ali dentro estouram batidas de alguém que corre por colorados.

O estádio mudou. O clube mudou. A sala de troféus mudou. O número de sócios mudou. A história do clube mudou. Muitos de nós mudamos. Mas há sete anos é o mesmo cara que defende os interesses do torcedor e bate boca quando alguém quer passar o pé por cima da bola na hora em que o Inter merece respeito.

D’Ale sempre é pauta pra muita gente boa e competente, que analisam erros e criticam falhas acertadamente, mas também é passatempo pra muitos desocupados que precisam convencer que estão trabalhando. Talvez cansado, quem sabe um pouco menos preciso. Mas jamais menos respeitado e é isso o que muitos ainda precisam entender.

Respeite quem fez boa parte da nossa história ser assim.

História não se apaga, cara.

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Inter 6x0 Vasco Análise por Carina Regina


Inter vence Vasco com goleada. 

O Inter entrou em campo nesta noite de quarta para enfrentar o pior time do campeonato, apesar de que no começo do jogo o Vasco conseguia ficar mais tempo com a bola no pé. 
Colorado parecia afoito, não articulava e não jogava
 com velocidade, mesmo assim o time demorou 10min apenas para abrir o placar : cobrança de falta pelo lado, Alex levantou a bola na área e Ernando fez o gol de cabeça e o Inter abriu o placar! Mesmo assim os jogadores não estavam jogando com a proximidade, e os cariocas não chegavam com perigo mesmo  conseguindo alguns escanteios não levo perigo que não resultaram em nada. Aos 39 min Valdívia roubou a bola na ponta da área e cruzou para o Sasha fazer o segundo gol Colorado. Alex e Vitinho pra mim, não fizeram um bom primeiro tempo. Na volta do vestiário Argel Colocou Lisandro no lugar de Vitinho e o Argentino entrou bem, teve movimentação e procurava jogadas rápidas com Valdívia e Sasha e logo no começo do segundo tempo Alex cruzou a bola e Lisandro fez o terceiro gol aos 8min, com o Colorado voltando com velocidade e mais compacto e com isso o Vasco não conseguia ficar com a bola nem no seu campo. 
Deu pena de ver o Vasco em campo mas o Inter não tem nada a ver com isso, teve domínio total no segundo tempo e aos 17 min, Nilton fez seu primeiro gol pelo Colorado e um belo gol e o Inter já antes dos 20min fazia uma goleada ,e queria mais e aos 46 min Lisandro fez seu segundo gol na partida e o sexto gol do Inter sendo o maior placar do campeonato Brasileiro. Nilton mais uma vez fez uma grande partida com o Dourado, os dois deixam a zaga mais protegida e quando o Inter esta com a bola os dois sabem sair para o jogo, e aos 12min Valdívia fez um golaço no ângulo do goleiro Vascaíno. O Inter num todo melhorou, Alex que teve um primeiro tempo apagado melhorou no segundo tempo fazendo com que o Inter articulasse melhor a bola, mas ao meu ver o Sasha foi o melhor em campo. o guri esta cumprindo a função que o treinador pediu para fazer com muita dedicação, com a bola ele ajuda na articulação e sem a bola ele marca muito. 
Todos nós sabemos que foi contra o Vasco, mas é nestes jogos que o time tem que fazer o placar e o Inter do segundo tempo foi bonito de ver, foi um time organizado.
Palavras de Argel no intervalo.
"Não tira o pé".