domingo, 12 de fevereiro de 2017

D'Alessandro: O 10 que ainda faz diferença!



Texto: Lucas Collar | Foto: Ricardo Duarte

O empate do Inter contra o Caxias, por mais que o resultado tenha sido ruim para o colorado, que ainda não venceu no Gauchão, segue dando boas amostras quanto ao camisa 10 do Inter: D’Alessandro. Uma delas mexe com o imaginário do torcedor que fica pensando o que teria sido de 2016 se o capitão tivesse permanecido em Porto Alegre e não fosse dar alegrias a outra torcida vermelha e branca que reside em seu coração.

Depois de ser eleito o melhor jogador em campo contra o Fluminense, na última quarta-feira pela Primeira Liga, D’Ale esteve em campo novamente neste sábado contra o Caxias, mesmo com a informação sobre uma possível preservação por conta da sua questão física fosse ventilada após o treino da última sexta-feira no CT Parque Gigante.

Durante os noventa minutos que esteve em campo, o argentino batalhou, armou as principais jogadas do Inter, mesmo sob forte marcação do time da serra, exerceu o papel de capitão e acabou sendo coroado (ou coroou os presentes no Beira-Rio) com um lindo gol.

Aos 30’ do segundo tempo, recebeu cruzamento de Uendel e, de primeira, acertou um lindo chute de perna direita, sem deixar a bola cair e inaugurou o marcador sem deixar chances para Marcelo Pitol. Aliás, o gol saiu justamente quando D’Ale seria substituído por Seijas, provando mais uma vez a grande estrela que tem o camisa 10.

Mesmo que o resultado não tenha sido positivo, algumas coisas vão ficando claras com o passar dos jogos do Inter na temporada. A principal delas é que D’Alessandro segue atuando em alto nível técnico e físico. E que faz com que eu possa afirmar, em Fevereiro, que ele continuará sendo a principal peça do Inter em 2017, assim como acontece desde sua chegada em 2008.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.